Perguntas frequentes:

De segunda a sexta-feira das 7.00 as 18:00 h, exceto feriados. Telefone de contato: 31-32411974

O ideal é que o material dê entrada no laboratório sem demoras desnecessárias. Entretanto, seu médico deve ter colocado a biópsia em um frasco com formol, que é um fixador que conserva o tecido humano por um tempo prolongado (mas começa a perder a qualidade depois de 48 horas). Na impossibilidade de trazer o material ao laboratório no mesmo dia, não haverá problema com a qualidade do mesmo se trouxer no dia seguinte, ou até dois dias depois. Não ponha na geladeira; Mas cuidado: Não deixe o frasco se quebrar e não deixe vazar o formol (que é uma substância química tóxica e irritante).

Em geral, das punções aspirativas são confeccionados esfregaços citológicos colocados em um frasco com álcool (fixador). Isto manterá as células em boas condições para análise até o dia seguinte, quando deverá dar entrada no Laboratório. Se, o material aspirado for conteúdo de cisto (líquido) aí sim, o material deverá dar entrada no Laboratório no mesmo dia.

O ginecologista aplica um fixador no material colhido que o conservará em boas condições para análise por alguns dias; Mas atenção: O material está depositado em uma lâmina de vidro fina que pode se quebrar dificultando muito ou até mesmo impedindo a análise. Mantenha o material protegido contra quedas e choques. Não é preciso guardá-lo na geladeira.

Documento de identificação com foto (RG ou carteira de motorista ou carteira profissional) pedido médico e carteira do plano de saúde caso possua.

Sim, desde que apresente o documento de identificação com foto (RG, carteira de motorista ou carteira profissional) do paciente com uma solicitação assinada de próprio punho.

Traga o material para o Laboratório imediatamente para que possamos complementar o líquido e garantir a preservação do seu material.

O líquido de conservação para amostras anatomopatológicas se encontra diluído a 10% de sua concentração normal, mas, devido ao fato de ser uma substância tóxica, não deve ser ingerida ou inalada, e se deve evitar o contato com a pele. No caso de vazamento do líquido e contato com a pele, sugerimos lavagem do local com água e sabão. Em caso de ingestão acidental ou em contato com os olhos, procure atendimento médico imediato.

Nos exames de Imuno-histoquímica, PCR, FISH não é necessária nova coleta de material. O Pro-Célula não realiza exames imuno-histoquímicos. O material da biópsia ou peça cirúrgica fica a disposição do(a) cliente para encaminhamento a outro laboratório que realize o procedimento.

A partir da data de liberação do laudo, lâminas, blocos de parafina e resíduos da peça cirúrgica ficam arquivados e à disposição para interconsulta, revisão, testes biomoleculares ou outras finalidades até o prazo de descarte: 60 meses para as lâminas, 120 meses para os blocos de parafina (resolução nº 1472/97 do Conselho Federal de Medicina e recomendação da SBP em 03/2017) e 60 dias corridos para peças cirúrgicas / restos embrionários e fetais. A solicitação deve ser feita com dois dias úteis de antecedência.

A partir da data de entrada dos exames no laboratório o tempo para liberação é de 5 dias para as citologias e de 7 dias para as biópsias/peças cirúrgicas. Em alguns casos a previsão deste tempo pode ser ampliada (feitura de novas colorações, novos cortes, nova amostragem do material, processo de descalcificação, falta de informes clínicos relevantes a respeito da patologia a ser estudada, informes clínicos ilegíveis ou incompletos, entre outros).


Saiba Mais   Artigos

 
  28/01/2018: As Doenças da Próstata
28/01/2018: O HPV e sua prevenção
28/01/2018: 10 Dicas para se proteger do Câncer
[+] Mais Artigos
Rua Paraíba, 651 - Funcionários - Belo Horizonte - MG
CEP: 30130-140 - Telefax: (31) 3241-1974 - Celular (31) 9798-3294
E-mail: contato@pro-celula.com.br
ATENDIMENTO:
Segunda à Sexta de 07:00 às 18:00 horas